Arquivo para download: "O conceito de desejo na filosofia de Gilles Deleuze", por Cíntia Vieira da Silva

Partindo da ideia de que o desejo como produção, tal como concebido por Deleuze e Guattari em O Anti-Édipo, inscreve-se na elaboração da ontologia da diferença deleuzeana, fizemos um mapeamento dos elementos constituintes deste conceito e daqueles com os quais ele opera. Nossa pesquisa apoiou-se também na ideia de que tal conceito de desejo surge da crítica de Deleuze às filosofias da representação. Assim, o conceito de desejo seria fruto de todo o esforço teórico deleuzeano para construir uma filosofia da diferença que não a aprisione nas determinações do conceito, segundo uma repartição analógica e categorial do ser. Ao mesmo tempo, na elaboração deste conceito, surgem novos elementos (como a noção de corpo sem órgãos, que desdobra-se e se enriquece) para esta filosofia que, repudiando as figuras do negativo assim como toda instância transcendente, procura se constituir num plano de imanência.


Download


Comentários