Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Arquivo para download: O riso cômico e o nexo geral entre arte e vida, por Izilda Johanson

Há uma célebre definição – que, com o tempo e, é bem verdade, seguindo num sentido contrário ao dos próprios preceitos que lhe deram origem, acabou se tornando também uma fórmula – que colocou O riso , de Henri Bergson, entre as obras de referência relacionadas ao estudo do cômico, da comédia, da comicidade em geral. Essa definição resume a ideia de que no fundo da comicidade existe e existirá sempre algo de “mecânico aplacado sobre o vivente”. A tese fundamental é essa, a de que para que uma obra provoque o riso de seus leitores ou espectadores, seu autor precisa lançar mão de certa engenhosidade por meio da qual apareça esse conceito, ou talvez melhor, essa imagem de algo mecânico aplacado, sobreposto ao que é vivo, ao vivente. Ou seja, a vida, tomada no sentido de um impulso ininterrupto de transformações e mudanças, sendo obliterada, de algum modo e por alguns momentos ou por alguma situação, por algo que marca justamente o seu oposto, a saber, a imobilidade, a rigidez, aquilo que

Últimas postagens

Arquivo para download: Nietzsche e Dühring: ressentimento, vingança e justiça, por Antonio Edmilson Pachoal

Arquivo para download: A relação entre percepção e memória no pensamento de Henri Bergson, por Warley Kelber Gusmão de Andrade

Arquivo para download: A ontologia de Deleuze e as experiências de Deligny: como instaurar existências mínimas, por Carlos Henrique Machado

Arquivo para download: Le vocabulaire de Bergson, por Frédéric Worms

Arquivo para download: O cérebro e pensamento: uma ilusão filosófica, por Henri Bergson

Arquivo para download: Bergson, por Gilles Deleuze

Arquivo para download: Cinema e pensamento em Deleuze, por Vladimir Pereira Seixas

Arquivo para download: Políticas de morte-acontecimento, por Marcele Pereira da Rosa

Na Web: A interpretação nietzscheana da 2ª lei da termodinâmica, por Daniel Filipe Carvalho

Arquivo para download: O cine-pensamento de Deleuze: contribuições a uma concepção estético-política da subjetividade, por Juliane T. Farina e Tania M. G. Fonseca